Chá de sumiço, Boom de Blogs e prioridades

domingo, janeiro 12, 2014






















Por várias vezes senti um desejo enorme de retornar e planejei minha volta a saturada blogosfera . Mas, ao mesmo tempo, sentia que também não era a hora.

Já havia comentado que 2013 não seria um ano qualquer para mim: formatura, vestibular, etc. E logo no inicio do ano percebi que não estava conseguindo dar conta de tudo, as coisas acabavam ficando no “mais ou menos”. Então, tive que tomar uma decisão: me abdicaria do blog por um tempo – até então indefinido – para me focar em outras obrigações.

Antes de abandoná-lo pensei em escrever um post explicando, mas não sabia o tempo que isso duraria, e quem sabe eu poderia simplesmente acordar com uma vontade louca de voltar assim de repente. Não vou negar que tive muitas vezes vontade de voltar, mas não sabia como e nem se ainda daria conta. A verdade é que eu ainda não sei se eu vou dar conta. Pensei em deixar o blog em hiatus, mas depois achei que os tutoriais ainda poderiam ser úteis. No final das contas não fiz nenhuma das coisas.

Neste tempo afastada da blogosfera pude perceber o quanto ela mudou. De um ano para o outro me parecem que surgiram bilhares de novos blogs – ou o que eu chamo de Boom de Blogs. E sim, acredito que este tenha sido outro fator que também me manteve afastada. Bárbara Resende escreveu um post sobre o assunto que me fez refletir ainda mais sobre o assunto. E acho que ela conseguiu expressar bem a situação neste trecho:

“De um ano para outro, uma profusão de blogs nasceu. “Bacana”, cheguei a pensar, afinal nunca foi tão fácil dar impulso à sua criatividade e paixão/talento e ainda atingir um número sem igual de pessoas. Mas não foi o que aconteceu: o nonsense imperou e tudo ficou muito parecido. Mesmos looks, mesmas marcas, mesmas it bags, poses e claro, conteúdo (nem quero me aprofundar nos layouts, no texto mal escrito, nas imagens). E ao mesmo tempo, nada. É (a mesma) informação disseminada de diversas maneiras, em todo lugar. Quem não tem blog hoje? Mas quem tem um blog realmente diferenciado? Cansou? Sim, mas quem se reinventa?”

E cá estou eu, no meio desse emaranhado também tentando me reinventar. Resolvi encarar de uma vez por todas essa nova blogosfera. Admito que pensei em começar tudo do zero, excluir todos os posts, mudar tudo, recomeçar. Ainda não sei se farei isso, por enquanto ficará como está até eu ter um novo surto. Esse é o meu espaço e nele quero ter liberdade! Simplesmente não quero me dar “ao luxo” de me encaixar a um nicho. Quero falar do que me der vontade na hora que eu tiver vontade. Sim, eu sei que frequência de posts é algo de peso pra quem tem um blog, mas do que adianta se eles só estarão enchendo linguiça? Prefiro escrever pouco, mas algo que seja de qualidade, que seja criativo e que tenha personalidade!

Sim, já fui vítima de modinhas, já quis ter uma calça listrada #shameonme e hoje dou graças por ter poupado meu dinheiro. Estamos em mudança constante, e o mundo também, a cada instante surgem coisas novas e formamos novas opiniões, que às vezes se baseiam na opinião do outro. Não tem como evitar. Eu ainda sigo a moda (troquei as listras pela estampa étnica), mas quero que as pessoas gostem de mim pelo o que sou, e não porque eu estou seguindo moda, ou porque sou igual a maioria. Assim, espero conseguir “inovar” este espaço, e traduzir essas ideias em realidade.

Não sou muito de post-desabafo, mas minha inquietude me levou adiante. Tentei sintetizar o máximo esse post, pois sei que a preguiça tem um poder sobrenatural sobre nós. E para finalizar adoraria saber o que vocês pensam sobre o assunto, e espero que vocês continuem acompanhando o blog nesta “nova fase”.

PS: o blog não conta mais com a ajuda de colaboradores – sim, a falta de tempo é contagiosa (corram para as colinas!).

Leia Também

3 comentários

  1. Olá! Gostei muito do seu post (ou melhor, do blog inteiro) e me identifiquei com alguns pontos do seu texto, apesar ter entrado na "blosgosfera" recentemente. Sempre tive vontade de compartilhar minha opinião com terceiros, mas nunca tive coragem pra iniciar algo público como o blog. Mas outro fator que me fazia rejeitar a ideia de ter um blog era o estereótipo dos blogs atuais. E pavor de me tornar igual aos outros milhões de blogueiras sem personalidade ainda é algo que me preocupa.
    Sei que administrar o tempo para cumprir tarefas de terceiro plano é quase impossivel, mas estou aguardando o próximo post (:

    ResponderExcluir
  2. nem me fala, comigo o mesmo estou voltando agora e já notei as inumeras mudanças e o quanto de blogs novos e os antigos #sócrescendo me culpo um pouco por não ter dado continuidade no meu antigo blog... mas é a vida... algumas coisas acontecem e temos que priorizar mais algumas q outras.... mas agora é correr atrás do tempo perdido...

    um grande beijo e seguindo... e deixo um convite para conhecer nosso cantinho..

    http://sophia-princess.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Boom de blogs? Ok, esse é um dos meus posts favoritos desse blog que eu já adorava. Essa postagem me fez repensar sobre meu próprio blog e pelos motivos que eu estou escrevendo, sabe? Não quero ser só mais um. Quero ter um site que tenha utilidade para outras pessoas. E nunca parei para pensar, mas é verdade; existem muitos blogs atualmente e a maioria só deseja fama e não pensa exatamente nas postagens que vai fazer ou sobre o que falar.
    De verdade, Flávia, adorei.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ResponderExcluir

Os comentários desse blog são moderados, portanto só serão publicados após aprovação. Comentários com propagandas, divulgações e comentários pedindo para seguir não serão aprovados. Deixe o link do seu blog caso queira que eu retribua algo. Obrigada.

Instagram

Subscribe